Espantalho

O Espantalho foi criado por L. Frank Baum no livro original, 'The Wonderful Wizard of Oz', de 1900.

Em sua primeira aparição, o Espantalho revela que carece de um cérebro e deseja acima de tudo ter um. Durante todo o curso do romance, ele demonstra que já tem o cérebro que procura, tanto que mais tarde é reconhecido como "o homem mais sábio de toda a Oz".

No romance, o Espantalho é encontrado por Dorothy em um campo, no País de Munchkin, enquanto ela está em seu caminho para a Cidade das Esmeraldas.

O Espantalho foi criado por dois Munchkins, que logo o colocaram preso em um pau para espantar os corvos. Ele se sente só, mas orgulhoso de ser tão útil, pois espanta os corvos. Um corvo, no entanto, pousa no ombro dele e diz que não foi enganado, que percebe que ele não é um homem. Os corvos começam a comer todo o milho, e ele fica triste, achando que não é um homem assim como os outros. Um corvo então sugere que se ele tivesse um cérebro, ele seria um homem igual aos outros.

Seu desejo por um cérebro contrasta com o desejo do Homem de Lata de ter um coração, refletindo um debate entre a importância da mente e das emoções.

O Espantalho também aparece em outros livros de Oz, partilhando aventuras com Dorothy e seus amigos.







































No Cinema

No filme de 1939, o clássico 'O Mágico de Oz', o Espantalho foi interpretado por Ray Bolger em que é indiscutivelmente o papel mais famoso de sua carreira. O figurino dele consistia em um terno de palha de pelúcia e uma máscara de borracha, que por ser frágil, normalmente era substituída no início de cada novo dia de filmagens. Como Bolger era um dançarino talentoso, foi dada ao Espantalho uma sequência de dança bem longa no filme. No entanto, para encurtar a película, grande parte dessa seqüência foi editada.

 
  • Imprimir este conteúdo
  • Enviar para um amigo
  • Comentários
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  •  
 
 

Deixe aqui seu comentário

 
<< Primeira     < Anterior         Pág. atual: 1/13           Próxima >     Última >>
 

A história do Mágico de Oz

"A história de O Mágico de Oz foi escrita exclusivamente para agradar crianças de hoje. Ele aspira a ser um conto de fadas moderno, em que o espanto e alegria são mantidos e os sofrimentos e pesadelos são deixados de fora".

saiba mais

Artigo: Over The Rainbow: Como o Arco-Íris surgiu em 'O Mágico de Oz'

Embora não tenha sido composta para um musical, e sim para um filme, a canção Over The Rainbow acabou se tornando universalmente conhecida, e até hoje, 73 anos após ter sido cantada pela primeira vez, continua sendo um sinônimo de otimismo

saiba mais

A Estrada de Tijolos Amarelos

Você já parou para pensar em qual seria o significado da Estrada de Tijolos Amarelos (Yellow Brick Road) de 'O Mágico de Oz'?

saiba mais
 
 
Desenvolvido por Go2web

Teatro Alfa -